domingo, 17 de abril de 2011

Divisão de pontos

Entrou melhor a equipa visitante, dominando os primeiros 25 minutos do encontro, pressionando e bem a equipa adversária, jogando-se, nesse período, quase sempre no meio campo do Valenças, explorando e bem o lado esquerdo, contando com a inspiração de Pedro Catarro para carrilar o jogo ofensivo. No entanto, nesse período a única oportunidade seria para a equipa da casa, depois de um ressalto a aparecer um jogador da casa dentro da área a rematar por cima. A partir dos 25 minutos, o jogo tornou-se mais equilibrado e os homens do Valenças tiveram duas boas hipóteses de inaugurar o marcador, correspondendo numa delas André com uma boa defesa para canto. Passados uns minutos, os visitantes falham um golo de forma incrível com Luís, depois de um canto, com a baliza aberta a rematar ao lado. No minuto seguinte, Edgar com um grande remate para uma boa defesa do guarda-redes do Valenças. Ao minuto 45, os homens da casa adiantam-se no marcador, com um remate de fora da área. Na segunda metade e ao contrário do que se tinha passado na primeira parte, entrou melhor a equipa da casa tendo desfrutado de duas boas hipóteses de golo, tendo numa delas sido um bom remate que passou perto da barra. Depois do primeiro quarto de hora da segunda parte, o Cortiço reagiu e equilibrou a contenda, chegando ao empate através de Tofi depois de um bom passe de Jorge, que isolado perante o guarda-redes adversário, não teve dificuldade em fazer golo. Neste período e tal como no jogo da primeira volta, o jogo poderia pender para qualquer das equipas, mostrando-se, neste período, os forasteiros mais perigosos e jogando mais perto da baliza adversária. No entanto, numa desatenção de toda a defesa do Cortiço, cruzamento da esquerda e aparece um jogador da equipa da casa no interior da área a fazer o segundo golo para o Valenças. Pensava-se que o jogo estaria resolvido, puro engano e dois minutos depois Jorge a fazer o golo do empate, com um golo de excelente execução, recebendo a bola, passa-a por cima do defesa e perante o guarda-redes adversário contorna-o e remata para a baliza, fazendo o segundo dos forasteiros. Até final, o Valenças enviou uma bola à barra e o Cortiço a desperdiçar duas boas ocasiões, primeiro com Jorge isolado, mas perante o guarda-redes a rematar ao lado, e depois no último minuto numa magistral jogada de Edgar a deixar cinco jogadores do Valenças para trás e perante o guarda-redes adversário a rematar contra as pernas do mesmo, um grande lance que merecia melhor sorte. Resultado que se aceita perante um jogo equilibrado, raramente bem jogado, mas extremamente emotivo e com a incerteza no resultado a pairar até final. Arbitragem com alguns erros mas sem influência no resultado. Queríamos desejar as rápidas melhoras ao jogador do Valenças (João Vagarinho) que viu o azar bater-lhe à porta, fracturando o nariz logo no início do jogo.

O Cortiço alinhou com:
1- André Lopes
22- Ricardo
15- Nuno Nunes
33- Luís Marques (c)
13- Rogério
37- Joaquim
30- António
17- Edgar
5- Pedro Catarro
9- Tofi
69- Vagner

Jogaram ainda:
76- Jorge Pinto
6- Ramalho
10- Estraboucha

Golos: Tofi e Jorge Pinto.
Assistência: Jorge Pinto.

2 comentários:

DESPORTO ALENTEJO disse...

TODA A INFORMAÇÃO DESPORTIVA EM:

http://www.montemor-evora-arraiolos.blogspot.com/

PEDIMOS O VALOR DE DIVULGAR SFF

Anónimo disse...

eu estive lá dentro e esta crónica não mostra o que foi o jogo. abraço