terça-feira, 26 de abril de 2011

Mais que justo!

Num campo extremamente pesado, começou melhor a equipa da casa que, durante o primeiro quarto de hora, exerceu uma forte pressão sobre os visitantes, sem, no entanto, criar lances de real perigo, mas com a bola a estar constantemente no meio campo do São Manços. No entanto e na primeira vez que desce ao meio campo do Cortiço, acontece o inesperado, Lobo a sair com os pés remata contra o corpo do seu colega Nuno, sobrando a bola para o avançado da equipa visitante que, sem dificuldade e de baliza aberta, fez o primeiro da partida. A equipa da casa abanou com este duro revés e o jogo tornou-se mais equilibrado, podendo o São Manços, dez minutos depois, fazer o segundo com um jogador isolado pelo lado direito a rematar ao lado. Nos últimos dez minutos, assistiu-se à mesma toada do início do jogo, com a bola a andar constantemente perto da baliza dos visitantes, tendo o Cortiço alguns lances de muito perigo junto à baliza dos visitantes. No entanto, o golo só apareceria em cima do minuto 45 com um excelente remate de Edgar à meia volta, fazendo um bonito golo e pondo alguma justiça no marcador. Na segunda metade, tudo foi diferente fazendo a equipa da casa uma grande segunda parte, começando os lances de perigo junto à baliza do São Manços a ser uma constante. No entanto e depois de por três vezes o golo estar iminente com excelentes oportunidades a serem desperdiçadas, aparece o segundo para os homens da casa com uma jogada individual de Tofi pela esquerda a ultrapassar em velocidade dois adversários e perante o guarda-redes contrário a não ter dificuldades. Dois minutos depois, Jorge sofre falta e de pronto marca isolando Edgar que à entrada da área desfere um remate cruzado fazendo o terceiro. A partir daí, a equipa visitante deu nítidos sinais de quebra tanto anímica como fisicamente e foi sem surpresa que, à passagem dos trinta minutos, o Cortiço faria o quarto golo, cruzamento tenso de Jorge ao segundo poste e Tofi com um excelente golpe de cabeça a encostar para o seu segundo golo, um golo muito bonito para comemorar o seu aniversário em grande. A partir daí, a  salientar a expulsão de Ramalho por suposta agressão que ninguém viu a não ser o árbitro, a castigar uma das melhores unidades em campo por parte do Cortiço, e alguns minutos depois um jogador do São Manços também a ser expulso por supostas bocas para a assistência. Nos descontos, mais dois golos, primeiro para o Cortiço através de Jardel que, depois de isolado por Pedro Catarro, a não ter dificuldades, e, no último minuto, o segundo para o São Manços, com um jogador no interior da área e sem oposição a não ter dificuldades em fazer golo. Vitória justíssima da melhor equipa em campo e com uma segunda parte de grande nível, onde se fizeram quatro golos, mas mais alguns foram desperdiçados, e onde a equipa visitante com o segundo golo do Cortiço baixou os braços. Arbitragem em muito mau nível, tanto técnica como disciplinarmente, com muitos erros, não agradando a ninguém que participou e presenciou este jogo. Próxima jornada folga o Cortiço. Próximo jogo dia 8 Maio no Outeiro.

O Cortiço alinhou com:
18- Lobo
22- Ricardo
99- Stalone
37- Joaquim
15- Nuno Nunes
33- Luís Marques (c)
30- António
6- Ramalho
5- Pedro Catarro
17- Edgar
9- Tofi

Jogaram ainda:
76- Jorge Pinto
23- Jardel
19- Bengalinha

Golos: Edgar (2), Tofi (2) e Jardel.
Assistências: Jorge Pinto e Pedro Catarro.

1 comentário:

DESPORTO ALENTEJO disse...

o blog voltou

www.montemor-evora-arraiolos.blogspot.com